Açoriano morre a bordo de embarcação de pesca ao largo do Uruguai

Escrito por em 20/06/2023

Um açoriano de 48 anos morreu este fim de semana a bordo de uma embarcação de pesca de pavilhão português, onde trabalhava, quando esta se encontrava ao largo do Uruguai, adiantou hoje à agência Lusa um familiar.

A mesma fonte referiu que as circunstâncias da morte deste homem natural dos Açores ainda são desconhecidas e que a família foi informada da situação esta segunda-feira.

A embarcação trata-se de um pesqueiro com o nome “Calvão”, de pavilhão português e que pertence à empresa aveirense António Conde & Companhia, S.A., acrescentou.

O navio de pesca atraca esta quarta-feira em Montevideu, no Uruguai, adiantou ainda o familiar.

Especializado na pesca de arrasto e de cerco, o Calvão foi construído em 1977, nos Estaleiros Navais de Viana do Castelo para a Empresa de Pesca de Aveiro. É conhecido por operar no Atlântico Sul a partir do porto de Montevidéu, no Uruguai.

A Lusa tentou obter informações junto da empresa do distrito de Aveiro, mas a administração recusou prestar declarações.

Contactado pela Lusa, o Ministério dos Negócios Estrangeiros referiu que a “Embaixada de Portugal em Montevideu está a acompanhar a situação e a colaborar em todas as diligências necessárias”.


Açores 9 Rádio

Canal 1

Faixa Atual

Título

Artista