Anticiclone dos Açores passou em Paços e confirmou ambições do Santa Clara

Escrito por em 18/11/2023

O Santa Clara venceu hoje no reduto do Paços de Ferreira, por 2-0, e ascendeu provisoriamente à liderança da II Liga de futebol, em jogo da 11.ª jornada decidido na primeira parte.

O chamado verão de S. Martinho afastou a chuva e abriu caminho a um jogo que ia avaliar candidatos, num início prometedor, com o Paços mais em ataque organizado e o Santa Clara a responder em transição.

O ritmo era interessante, mas faltava baliza às duas equipas e, a partir dos 15 minutos, alguma agressividade sem bola ao Paços.

Aos 16 minutos, em exploração preferencial do corredor esquerdo, o ‘açoriano’ Gabriel Silva acertou no ‘ferro’ da baliza de Marafona, no ensaio para o golo inaugural, aos 27: Paulo Henrique cruzou da esquerda para a zona do penálti e a entrada fulgurante, com remate colocado e de primeira, de Bruno Almeida.

A reação pacense surgiu de forma efetiva aos 37 minutos, com Rui Fonte a cabecear ao ‘ferro’ da baliza do Santa Clara, numa das raras vezes em que Aldair foi quase até ao fim do campo e logrou cruzar.

Foi uma ameaça de golo sem repetição junto da baliza do Santa Clara, ainda sem derrotas no campeonato e com a melhor defesa em prova. O pragmatismo é outro dos argumentos dos açorianos, que ganhariam maior vantagem nos descontos da primeira parte, por Rafael Martins, na cobrança de uma grande penalidade, a castigar derrube de Marafona a Gabriel Silva.

O Paços foi mais dominador no segundo tempo, mas foi quase tudo ‘fogo amigo’ no ataque, face a um Santa Clara que soube gerir o resultado sem problemas de maior.

Com este merecido triunfo, o Santa Clara subiu ao primeiro lugar, com 23 pontos, mais um do que o AVS, que só vai a jogo no domingo, enquanto o Paços vê interrompida uma série de quatro jogos sem derrotas e soma 14, por agora no 10.º lugar.

Jogo no estádio Capital do Móvel, em Paços de Ferreira.

Paços de Ferreira – Santa Clara, 0-2.

Ao intervalo: 0-2.

Marcadores:

0-1, Bruno Almeida, 26 minutos.

0-2, Rafael Martins, 45+3 (grande penalidade).

Equipas:

– Paços de Ferreira: Marafona, Aldair (Miguel Moreno, 63), Ferigra, Pedro Ganchas, Antunes, Luiz Carlos (Tiago Ribeiro, 73), Gorby (Cipenga, 44), Matchoi, Costinha (Uilton, 63), Rui Fonte e Luís Bastos (Cipenga, 44).

(Suplentes: Jeimes, Ícaro, Simão Rocha, Marcos Paulo, Tiago Ribeiro, Welton Júnior, Miguel Moreno, Uilton e Cipenga).

Treinador: Ricardo Silva.

– Santa Clara: Gabriel Batista, Sidney Lima, Luís Rocha, Pedro Pacheco, Diogo Calila (Lucas Soares, 75), Adriano Firmino, Serginho (Vinicius, 75), Paulo Henrique, Bruno Almeida (Ricardinho, 60), Rafael Martins (João Marcos, 75) e Gabriel Silva (Klismahn, 63).

(Suplentes: Marcos Díaz, Sema Velásquez, Lucas Soares, Eduardo Ageu, Ricardinho, Klismahn, Andrezinho, Vinicius e João Marcos).

Treinador: Vasco Matos.

Árbitro: Hélder Carvalho (AF Santarém).

Ação disciplinar: Cartão amarelo para Gorby (33), Matchoi (41), Adriano Firmino (49), Gabriel Silva (59), Ferigra (78), Welton Júnior (79) e Vinicius (82).

Assistência: 2.473 espetadores.


Açores 9 Rádio

Canal 1

Faixa Atual

Título

Artista