Federação Agrícola desvaloriza redução de verbas no Orçamento dos Açores para 2023

Escrito por em 27/10/2022

O presidente da Federação Agrícola dos Açores (FAA), Jorge Rita, enalteceu hoje a execução dos investimentos na agricultura e desvalorizou a redução de cinco milhões prevista na anteproposta de Orçamento da região para 2023.

Questionado pelos jornalistas sobre as críticas do PS, que considerou “impensável” que o Governo dos Açores (PSD/CDS-PP/PPM) “corte” cinco milhões de euros à agricultura no Plano e Orçamento de 2023, Jorge Rita destacou que importa atender aos níveis de execução.

“Eu vou dizer o que dizia quando o PS era Governo [Regional]: para mim nunca é muito relevante o montante que está alocado. Para mim, é sempre muito relevante quando se faz o balanço da execução. Isso para mim é que é fundamental”, afirmou.

Jorge Rita falava na sede da Presidência do Governo dos Açores, em Ponta Delgada, ao lado do líder regional do executivo, José Manuel Bolieiro.

“A mim o que me interessa é ir enquadrando e monitorizando toda a situação da boa execução dos Planos na agricultura. O que posso garantir é que na agricultura os Planos são os mais bem executados”, reforçou o representante dos agricultores.

Na ocasião, Bolieiro anunciou apoios à agricultura de 14 milhões de euros, sendo cinco milhões para um subsídio direto aos agricultores devido ao aumento dos preços, e nove milhões para a reestruturação das empresas agrícolas.

Hoje, a deputada do PS/Açores, Patrícia Miranda, que integrou o grupo parlamentar socialista que visitou a Feira Agrícola de Santana, na Ribeira Grande, referiu que, “numa altura de crise, é impensável que este Governo [Regional] corte cinco milhões de euros [no Orçamento de 2023] para a agricultura, estando-se a falar em mais três milhões só em infraestruturas agrícolas”.

A socialista frisou que, “numa altura em que é preciso ajudar os agricultores a combaterem esta crise de inflação, não se pode cortar investimento”, sendo este um “claro sentido de desnorte, principalmente quando o secretário regional da Agricultura vem à comunicação social divulgar a taxa de execução do Prorural no valor de 74%”.

O setor agrícola dos Açores é um dos pilares da economia açoriana, a par das pescas e do turismo, representando milhares de postos de trabalho.


Açores 9 Rádio

Canal 1

Faixa Atual

Título

Artista