Morreu António de Sousa Braga, bispo emérito de Angra

Escrito por em 22/08/2022

O bispo emérito de Angra e Ilhas dos Açores, António de Sousa Braga, que dirigiu aquela diocese entre 1996 e 2016, faleceu hoje aos 81 anos na “sequência de uma paragem cardiorrespiratória”.

Numa nota de imprensa divulgada no portal Igreja Açores, a diocese de Angra do Heroísmo avança que António de Sousa Braga faleceu no “hospital onde fazia tratamentos diários”, estando o corpo no Seminário de Alfragide, em Lisboa, uma “das casas da Congregação dos Sacerdotes do Coração de Jesus a que pertencia e onde residia”.

António de Sousa Braga foi nomeado pelo papa João Paulo II a 09 de abril de 1996 como 38º. bispo de Angra, tendo sido ordenado a 30 de junho de 1996.

Foi o responsável máximo da igreja nos Açores até 15 de março de 2016, altura em que, completados 75 anos, solicitou a resignação do cargo.

Citado no comunicado, Hélder Fonseca Mendes, administrador diocesano de Angra (diocese que se encontra sem bispo desde novembro de 2021), expressou “consternação e tristeza pelo falecimento” do bispo açoriano.

“Neste momento, apenas podemos expressar a nossa gratidão pelo que este homem fez por esta igreja local. A sua dedicação e compromisso e o amor com que viveu nesta diocese”, declarou o administrador diocesano.

As exéquias fúnebres do bispo emérito “ainda não estão decididas, mas o corpo deverá regressar aos Açores”, acrescenta a diocese açoriana.

António de Sousa Braga nasceu a 15 de março de 1941, na freguesia de Santo Espírito, ilha de Santa Maria, nos Açores, tendo frequentado o curso de Filosofia em Monza (Itália) de 1962 a 1964 e o curso de Teologia na Pontifícia Universidade Gregoriana de 1966 a 1970.

Foi ordenado padre pelo Papa Paulo VI, em Roma, em 1970, tendo iniciado um percurso nas casas de formação dos Dehonianos, onde foi superior provincial e conselheiro geral até ser nomeado bispo de Angra.


Açores 9 Rádio

Faixa Atual

Título

Artista