Presidente do Governo quer discussão do Estatuto do Bombeiro dos Açores ainda este ano

Escrito por em 19/06/2022

O presidente do Governo Regional disse hoje esperar que, “no máximo até final de outubro”, possa ser discutido, no Conselho Regional de Bombeiros, o futuro Estatuto Social do Bombeiro dos Açores, para que sejam criados incentivos a esta atividade.

“Está lançado o desafio ao senhor secretário regional da Saúde e Desporto, com a tutela da Proteção Civil, para, num processo participativo, no máximo até final de outubro, podermos discutir no Conselho Regional de Bombeiros, o futuro estatuto social do bombeiro dos Açores”, referiu José Manuel Bolieiro.

O chefe do executivo açoriano falava na inauguração do novo quartel dos Bombeiros Voluntários da Povoação, na ilha de São Miguel, orçado em 2,8 milhões de euros e lançado pelo anterior executivo do PS.

“É fundamental darmos passos de valorização e reconhecimento com os recursos, com o ponto de partida que temos. Mas, com a ousadia de, em progresso, fazer o melhor que puder ser feito por merecimento dos bombeiros e bombeiras dos Açores”, sublinhou o social-democrata que preside ao executivo de coligação PSD/CDS-PP/PPM.

 

Os bombeiros, acrescentou, “dão muito de si, sem pensar em si em tantas circunstâncias de fenómenos extremos da natureza”.

Na sua intervenção, José Manuel Bolieiro lançou o desafio para “uma cultura e literacia de proteção civil” que possa ser promovida pelas associações humanitárias de bombeiros voluntários, em coordenação com o Serviço Regional de Proteção Civil e Bombeiros dos Açores.

“Os recursos para a prontidão de reação são fundamentais, mas importa igualmente, com a melhoria de instalações e de meios, criar uma formação de uma literacia de proteção civil para a cidadania em geral, começando nas escolas”, reforçou.

O concelho da Povoação, que hoje conta com um novo quartel, construído de raiz, tem sido marcado por alguns acidentes provocados pelo mau tempo, um dos quais em 31 de outubro de 1997, quando uma chuva intensa provocou derrocadas e 29 pessoas morreram soterradas na freguesia da Ribeira Quente.

O presidente do Governo Regional dos Açores sublinhou que se justifica naquele concelho “encontrar soluções de pronta reação”.

José Manuel Bolieiro assinalou que a inauguração do novo quartel é “um sonho realizado” no ano do 42º aniversário da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Povoação, fundada em 15 de maio de 1980.

“Cá estamos e chegou. Depois de tantos planeamentos, previsões em planos e orçamentos, finalmente em março de 2020 se tomou a decisão com o lançamento da primeira pedra. E saúdo o presidente do Governo de então”, referiu.

José Manuel Bolieiro realçou ainda o “enorme empenho” e “esforço” da Associação Humanitária dos Bombeiros Voluntários da Povoação, num concelho de “orografia difícil” e “repetidos” fenómenos meteorológicos extremos.

O presidente do Governo Regional deixou o compromisso de incluir no Plano e Orçamento a aquisição de mais uma viatura com “elementos essenciais para o desencarceramento”, uma reivindicação dos Bombeiros da Povoação.

O novo quartel, dotado de equipamento operacional de proteção civil, visa garantir uma melhoria significativa na capacidade operacional e no grau de prontidão.

A sua localização para uma via regional periférica irá permitir saídas rápidas e uma distribuição mais eficaz das viaturas de socorro.


Açores 9 Rádio

Faixa Atual

Título

Artista