Presidente do Parlamento Açoriano quer políticas públicas apetrechadas para tratar de forma eficaz o problema da solidão

Escrito por em 01/07/2023

O Presidente da Assembleia Legislativa da Região Autónoma dos Açores, Luís Garcia, disse na sexta feira, em Lisboa, que “a sociedade e as políticas públicas têm de estar apetrechadas para encontrar estratégias de sensibilização e formas eficazes de tratar o problema” da solidão, que na sua opinião é “uma das principais doenças do século XXI”.

 

Numa palestra sobre “Os desafios da solidão”, organizada pela Distrito Múltiplo 115 dos Lions de Portugal no Palácio da Independência, o Presidente do Parlamento açoriano sublinhou que a solidão é uma problemática que se “tem alastrado de forma avassaladora nas sociedades atuais”, afetando as dinâmicas familiares, bem como as relações escolares e laborais, e atingindo “todas as faixas etárias”.

Para o Presidente Luís Garcia, essa solidão é “fruto da pandemia, mas não só”, dado que “resulta também de uma série de outros fatores que advêm do modo de vida que adotámos nas nossas sociedades, onde o aumento da esperança média de vida é contemporâneo do aumento das doenças, do sentimento de perda de utilidade e do abandono familiar”.

Referindo-se ao flagelo da solidão na população mais envelhecida, o Presidente da ALRAA considerou que “a única forma de conseguir aligeirar essa perspetiva é intervir junto da raiz do problema”, aproveitando a ocasião para dar a conhecer os passos que os Açores têm implementado nesse sentido, como o programa “Novos Idosos”, que, através de um Plano Individual de Cuidados, permite aos idosos “continuar a viver na sua casa e na sua comunidade, com segurança e de forma independente”.

Perante uma ilustre plateia de convidados e oradores, o Presidente da Assembleia Legislativa dos Açores elencou outras vertentes da solidão, destacando o uso abusivo das redes sociais e os “distúrbios que esta realidade virtual está a provocar”, entre os mais jovens, mas também entre os mais velhos.

“Num meio de comunicação por excelência, como deviam ser as redes sociais, o que mais falta é a verdadeira comunicação, o diálogo e o convívio, levando pelo contrário ao crescente isolamento, que faz crescer essa sensação de vazio que tantas vezes provoca outras perturbações mentais”, acrescentou o Presidente Luís Garcia.

A sessão pública “Os Desafios da Solidão” foi realizada no âmbito das comemorações nacionais dos 70 Anos do Lionismo em Portugal, e teve ainda como palestrantes o Presidente da Sociedade Histórica da Independência, José Ribeiro e Castro, a escritora e jornalista Ana Margarida Carvalho, e o Professor Jaime Nogueira Pinto.


Açores 9 Rádio

Canal 1

Faixa Atual

Título

Artista