“Reconstrução” do Santa Clara é o momento “mais difícil” da carreira de Mário Silva

Escrito por em 26/08/2022

O treinador Mário Silva reconheceu hoje que a “reconstrução total” do Santa Clara é o “momento mais difícil” da sua carreira, mas prometeu uma equipa “competitiva” frente ao Famalicão, na próxima jornada da I Liga de futebol.

Em declarações aos jornalistas na sala de imprensa do estádio de São Miguel, em Ponta Delgada, antes da visita ao reduto famalicense, Mário Silva salientou que a equipa açoriana “precisa de entrosamento”.

“É um desafio grande. Até hoje, posso dizer, com todos os momentos difíceis que já tive na minha carreira de treinador – na I liga é o segundo grande desafio – que [este] é o momento mais difícil na minha carreira. É a reconstrução total de uma equipa”, declarou o técnico, que, além do conjunto açoriano, já orientou o Rio Ave no principal escalão do futebol nacional.

O treinador de 45 anos afirmou que “são muitas mudanças num curto espaço de tempo” e explicou que o trabalho que está a ser realizado atualmente “devia ter sido feito na pré-época”.

Mário Silva vincou, contudo, que as alterações no plantel “não servem de desculpa para nada” porque a “responsabilidade é sempre do treinador”.

“Temos 18 novos jogadores no plantel. Não é uma equipa, é um plantel novo, praticamente. Daquela equipa com que me iniciei no Santa Clara temos até ao momento 15 saídas. 15 saídas e 18 entradas. É uma equipa nova, um plantel novo”, assinalou.

Apesar de existir um “caminho a percorrer”, o treinador disse ter a “perfeita noção” de que a “vida de um treinador de futebol” depende dos “resultados” e de que os “adeptos querem é ver a equipa ganhar”.

“Estamos próximos de fechar o mercado e acredito que estamos próximos de estabilizar a equipa”, destacou.

Mário Silva revelou que administração da SAD tem a “consciência” de que a equipa insular “precisa de tempo” para “crescer”.

“Quem temos neste momento, em termos de administração do clube, são pessoas que estão no futebol há muitos anos. São pessoas experientes nestas andanças”, reforçou.

O treinador dos açorianos disse esperar um “jogo difícil” frente ao Famalicão, uma equipa que ao “jogar em casa vai querer de certeza conquistar os três pontos”.

Ainda assim, prometeu um Santa Clara “competitivo” e “ambicioso” que vai procurar a vitória na próxima partida.

“Estamos numa fase inicial da época. É normal que algumas equipas arranquem melhor o campeonato e outras arranquem menos bem em termos de resultados. O Famalicão tem os mesmos pontos do que nós. Não arrancou, como nós, tão bem o campeonato quanto o treinador desejaria, certamente”, lembrou.

Após três jogos na I Liga, os micaelenses seguem no 14.º lugar, com um ponto, em igualdade com Rio Ave e Famalicão.

O Santa Clara visita a formação famalicense, no domingo, a partir das 15:30, em jogo que será dirigido pelo árbitro Fábio Veríssimo, da Associação de Futebol de Leiria.


Açores 9 Rádio

Faixa Atual

Título

Artista