Treinador Vasco Matos quer “criar valores internos muito fortes” no Santa Clara

Escrito por em 02/07/2023

O novo treinador do Santa Clara, Vasco Matos, prometeu hoje “muito rigor” e “muito trabalho”, alertando para a competitividade da II Liga de futebol e defendendo que o clube açoriano precisa de “criar valores internos muito fortes”.

“O nosso principal objetivo neste momento é organizar e tomar boas decisões. É percebermos que tem de ser com muito rigor e muito trabalho. Não estamos a olhar para o teto. Temos de construir a base da casa e os pilares. Isso é fundamental”, declarou, durante a apresentação como treinador do Santa Clara para a temporada 2023/24, que decorreu no Estádio de São Miguel, em Ponta Delgada.

Questionado sobre um regresso do clube à I Liga, Vasco Matos, ex-adjunto de Filipe Martins no Casa Pia, afirmou que o Santa Clara tem de “ambicionar ganhar muitos jogos”, mas reiterou a necessidade de “criar uma dinâmica de trabalho e de valores”.

“Na II liga sabemos que há 10 ou 12 equipas que querem subir de divisão. Obviamente que o Santa Clara, pelo seu histórico, é um clube que tem de ambicionar ganhar muitos jogos e, se ganharmos muitos jogos, estamos próximos da subida”, assinalou.

E acrescentou: “Depois de uma época conturbada, agora temos, primeiramente, de olhar para dentro e fazer um trabalho muito grande. Criar valores internos muito fortes. Se criarmos esses valores, ficamos mais perto de ganhar jogos. Isso, para mim, é a grande preocupação”.

O novo treinador dos açorianos, que foram despromovidos aos segundo escalão na última edição da I Liga, alertou que a “qualidade não ganha jogos sozinha”, realçando que em “primeiro lugar” está o “coletivo”.

Vasco Matos enalteceu a dimensão do Santa Clara, que “representa os Açores e a sua diáspora” e prometeu “muita humildade e muito foco no trabalho”, porque “só assim é possível ganhar”.

“Primeiro, para mim é claro: temos de formar um bom grupo. Temos de ter uma grande união e valores internos muito fortes. A II Liga é um campeonato, todos nós sabemos, difícil”, vincou.

O técnico afirmou que o plantel foi “bem construído”, mas admitiu a necessidade de contratar um “homem-golo”.

“Falta ali mais à frente. Toda a gente está à procura do homem-golo. Estamos a ver. Não nos queremos precipitar. Há características de que não vamos abdicar”, apontou.

Para a temporada 2023/24, os açorianos contrataram os médios Bruno Almeida (que assinou em definitivo pelo clube), MT (que renovou o empréstimo) e Klismahn, os centrais Luís Rocha, Sidney Lima, Sema Velásquez e Pedro Pacheco e os laterais David Bruno e Miguel Pires.

O Santa Clara vai alinhar na II Liga em 2023/24 sob a liderança do treinador Vasco Matos (ex-adjunto do Casa Pia), após cinco temporadas consecutivas no principal escalão.


Açores 9 Rádio

Canal 1

Faixa Atual

Título

Artista