Vitória de Guimarães regressa aos triunfos na I Liga frente ao Santa Clara

Escrito por em 09/09/2022

O Vitória de Guimarães regressou hoje às vitórias ao vencer em casa o ‘aflito’ Santa Clara por 1-0, no jogo de abertura da sexta jornada da I Liga portuguesa de futebol.

No Estádio D. Afonso Henriques, os vimaranenses puseram fim a uma série de três derrotas consecutivas, graças a um golo solitário de Anderson, aos 48 minutos, subindo, provisoriamente, ao sexto lugar do campeonato, com nove pontos.

Já o Santa Clara somou a quarta derrota em seis jogos e continua em zona de ‘play-off’ de despromoção, com apenas quatro pontos somados.

COMENTÁRIO

Cabeceamento de Anderson devolve Vitória ao ‘trilho’ dos triunfos

O Vitória de Guimarães regressou hoje aos triunfos na I Liga portuguesa de futebol, ao derrotar o Santa Clara por 1-0, graças a um cabeceamento certeiro de Anderson em partida de abertura da sexta jornada.

O ponta de lança apareceu solto entre os defesas açorianos para fazer o único golo de um desafio com ocasiões no final de cada parte e no início da segunda, mas escassos ‘recortes’ de futebol vistoso.

Ao encerrar uma série de três derrotas consecutivas, os minhotos ascenderam provisoriamente à sexta posição, com nove pontos, ao passo que a equipa de Ponta Delgada voltou a perder depois do triunfo da jornada anterior, sobre o Marítimo (2-1), e ocupa o 16.º lugar, com quatro pontos.

Os vimaranenses repetiram o sistema tático ‘3x4x3’ do duelo da ronda anterior, com o Sporting de Braga (derrota por 1-0), com Zé Carlos e Tounkara a surgirem como novidades na defesa, e tiveram mais bola na primeira metade (63% de posse), mas sem engenho para ultrapassarem o bloco açoriano de cinco defesas.

Face ao rigor posicional dos insulares e ao ritmo lento dos anfitriões, os primeiros 45 minutos decorreram com escassos motivos de interesse, sobressaindo um remate de Nélson da Luz por cima, aos 20 minutos, e um cabeceamento de Anderson que quase surpreendeu Marco, aos 35, antes de o Santa Clara também se aventurar rumo à baliza vitoriana.

Allano fletiu da direita para o meio para rematar à figura de Bruno Varela, ao minuto 42, antes de Matheus Babi protagonizar o lance mais perigoso do primeiro tempo, com um remate travado por Ibrahima Bamba quando estava isolado perante o guardião vimaranense, aos 45+1.

Apesar desse ascendente, o conjunto da ilha de São Miguel sofreu o golo numa das primeiras incursões ofensivas da segunda parte, com Anderson a aparecer no meio dos defesas para um golpe de cabeça ‘fulminante’, indefensável para Marco.

A formação treinada por Mário Silva dispôs de uma ocasião clara na resposta, com a pontaria de Matheus Babi a falhar após cruzamento de Sagna, ao minuto 51, mas o Vitória continuou melhor pelos minutos que se seguiram, também por ação do recém-entrado Mikey Johnston, em estreia absoluta pelos minhotos.

O médio escocês, emprestado pelo Celtic, ameaçou o golo aos 59 minutos, num remate ao lado após insistência ofensiva, enquanto os açorianos tiveram mais pontaria quando voltaram a subir ao ataque, apesar de o golo ter sido anulado: após defesa incompleta de Bruno Varela, Paulo Henrique apareceu para a recarga, mas em fora de jogo, após consulta ao videoárbitro.

Com a ‘dança’ das substituições, o encontro perdeu ritmo e qualidade até aos cinco minutos finais, altura em que o Santa Clara intensificou a manobra ofensiva, tendo criado algum perigo num desvio de Rildo, ao minuto 88, e num lance confuso em que Bruno Varela afastou a bola a dois tempos, nos descontos.


Açores 9 Rádio

Faixa Atual

Título

Artista